Pelamor! Não cometam o erro de chamar o Dia Dos Namorados no Brasil de “Valentine’s Day”

São Valentim (Saint Valentine) foi notoriamente executado em 14 de fevereiro no século III d.C. No entanto, de acordo com relatos antigos, mais de um São Valentim foi executado no mesmo dia do mesmo século. O Dia dos Namorados mundial começou como uma celebração cristã desse martírio e, alimentado por poetas e escritores românticos, gradualmente se transformou em uma celebração mais ampla do amor.

Surpreendentemente, porém, nem é aí que a história começa. Se você voltar ainda mais na história, descobrirá que as raízes desse Dia dos Namorados podem ser ainda mais chocantes do que a execução de santos.

Já ouviu falar em Lupercalia? Caso contrário, você terá uma perspectiva totalmente nova no V-Day. Vamos dar uma olhada nas origens sombrias e sujas desse famoso dia.

COMEÇOU COM UM FESTIVAL PAGÃO

Na Roma antiga, a Lupercalia era comemorada em 15 de fevereiro de cada ano. Era uma celebração pagã selvagem de sexo, violência e fertilidade.

Os estudiosos não concordam se a Lupercalia se transformou diretamente no Dia dos Namorados, mas é uma teoria popular. Como foi comemorado em 15 de fevereiro e muitos feriados modernos estão enraizados nas tradições pagãs, é fácil ver por que alguns acreditam que há uma conexão.

Enquanto nossa celebração moderna do Dia dos Namorados tem tudo a ver com presentes, datas e doces, Lupercalia foi uma festa muito mais terrena. Os historiadores sabem que foi celebrado pelo menos no século VI a.C., mas é possível que seja ainda mais antigo.

A palavra “Lupercalia” provavelmente foi derivada de “lupus”, a palavra latina para “lobo”. O nome do festival provavelmente se referia a Rômulo e Remo, os fundadores da Roma antiga que, segundo a lenda, foram criados por uma loba. Lupercalia também está ligada a Lupercus, um deus romano da fertilidade.

E QUAL É A ORIGEM DO DIA DOS NAMORADOS (12 DE JUNHO) NO BRASIL?

A origem desse dia é muito menos curiosa, trágica e romântica que os outros acima. Aqui, a data foi criada com uma função comercial, para aquecer o mercado no mês de junho, considerado fraco em vendas. O idealizador desse dia foi o empresário João Agripino da Costa Doria Neto (Sim, o João Dória pai), que em 1949 formulou uma campanha publicitária que sugeria o dia 12 de junho como uma data para demonstrar o amor ao parceiro através de presentes. Hoje em dia, 12 de junho é o terceiro maior dia de consumo no Brasil, atrás do Natal e Dia das Mães.

E COMO ME REFERIR AO DIA 12 DE JUNHO EM INGLÊS?

Eu prefiro ir com uma tradução “Lover’ Day” que vi há uns anos. Assim, deixo São Valentim (Saint Valentine) em paz com seu dia, sem ter que mudar o calendário mundial para atender a uma comemoração brasileira com sentido totalmente diferente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: